A verdadeira diferença entre os relógios analógicos e os digitais

Reprodução: Google
Digitais são os números medidores que não usam ponteiros nem colunas, mas que marcam, mesmo assim, as medidas com altíssima precisão de até milésimos de unidades. Atualmente, os digitais são muitos usados em computadores, além dos carros, distâncias, parciais, entre outras.

O avanço tecnológico também foi até o campo que marca o aferimento do tempo exato. Assim, surgiram os relógios digitais e, junto com eles, os cronômetros digitais.

“Os relógios digitais surgiram fruto da inspiração da ficção científica. Em 1968, a Hamilton Watch Company concebeu um relógio digital para o filme ‘2001: Odisseia no Espaço’ e dois anos depois, sugerido pelo toque futurista que o filme inspirava, lançava o relógio protótipo, Pulsar”, conforme informações do Relogiolândia.

5 Mulheres Importantes da História da Tecnologia

Ambos são muito precisos. Porém, a grande diferença é que os digitais são mais práticos e exigem um tempo mínimo para fazer a leitura e o entendimento do horário, já que não precisa fazer contas. Além disso, hoje já é possível ter uma visão geral do tempo, incluindo o período do dia, o tempo percorrido… E tudo mais que pode ser visto em processo automático.

A comparação entre os dois tipos de relógios lembra as diferenças que existem também entre as gerações, que atualmente é chamada de Baby Boomer e também a Geração X. Mas, quem está buscando o poder é a Geração Y. Juntas, essas 3 gerações buscam um mesmo tempo.

“Como Somos humanos e não máquinas, temos mais é que buscar o enriquecimento pelas diferenças e não o combate entre elas”, diz o psiquiatra Içami Tiba, autor dos livros “Pais e Educadores de Alta Performance” e mais 29 obras.

Reprodução: Google

Agora, há sempre que vai dizer que os analógicos levam vantagem em um termo. E, sinceramente, não temos muito como discordar, afinal, eles são mais chiques. Os relógios de pulso analógicos são ditos tradicionais e mesmo em décadas, ainda continuam funcionando. É considerados, inclusive, como joias.

E aí, qual você prefere?

Com informações do UOL

Comente!

comentário