Tumba de 4 mil anos é encontrada no Oriente Médio

Reprodução: Google

Os arqueólogos israelenses descobriram um Dólmen da Idade do Bronze nas Colinas de Galileia, no norte de Israel, conforme informações da Autoridade Nacional de Antiguidades. A descoberta aconteceu perto do Kibutz Shamir é o único desse tamanho e único também em detalhes artísticos.

“Trata-se da primeira presença artística descoberta em um dólmen no Oriente Médio”, comentou o arqueólogo Uri Berger.

Os Dólmens são monumentos megalíticos tumulares coletivos datados entre o final do V Milênio A.C. até o I Milênio, no Oriente Médio. O nome é uma derivação de “Mesa de Pedra” e também é chamado de Orcas, Arcas ou Palas.

Para o professor Gonen Sharon, do Colégio Tel Hai, no dólmen encontrado, que tem mais de 4 mil anos, foram encontrados vários símbolos, ainda não decifrados. “Difícil decifrar o significado. Podem ser arcos, pássaros ou almas voando para o céu”.

Reprodução: Google

Outra curiosidade é sobre a pedra utilizada para cobrir o dólmen, que pesa mais de 50 toneladas. “Não temos nem ideia de como puderam levantar uma massa tão grande ao construir o monumento”. A dimensão interior também choca. “Estas dimensões [2×3 metros] provam que o prédio não foi erguido por uma tribo nômade, e sim por uma sociedade com capacidade de mobilizar energia e tecnologia para realiza-lo”, afirmou.

Tumba de 26 séculos releva história celta

A descoberta aconteceu no sul da Alemanha e demonstra que ali estava uma mulher de 35 anos que pertenceu à nobreza celta. A vida luxuosa é comprovada pelas joias encontradas e os adornos de ouro trabalhados. A tumba foi desenterrada em 2010 e a comprovação aconteceu nos anos seguintes.

“Algumas das peças indicam que havia artesãos trabalhando nas primeiras cidades celtas, ao norte dos Alpes, que aprenderam seu ofício ao sul dos Alpes”, disse o coordenador das escavações, Dirk Krausse.

4 Animais Extintos que foram encontrados vivos

A maior parte dos objetos foi encontrada ao lado do corpo ou sobre ele. E o que entusiasmou os cientistas foi a prancha de madeira que recobria a câmara mortuária. Assim, foi possível descobrir que a tumba tinha sido fabricada no ano de 583 a.C.

Com informações da UOL

Comente!

comentário