Projeto Brasil Junino leva apresentação brasileira à Europa

Reprodução: Google
A ideia é levar danças nordestinas, músicas regionais, folclore e quadrilhas e a iniciativa aconteceu em Lisboa, em um primeiro momento, logo no 4º mês do ano. A amostra aconteceu em Madri e agora está em cartaz em Roma, na Itália.

“É a primeira vez que fazemos o evento na Europa. Antes disso, só havíamos feito o ‘Brasil Junino’ na Casa Brasil das Olimpíadas do Rio de Janeiro, no ano passado. É inédito”, disse a agência ANSA, Edilane Oliveira, curadora e diretora artística do projeto.

“Portugal, Espanha, Itália e França estão no bloco dos principais emissores de turistas para o Brasil, além de possuírem predileção pelo turismo cultural”, garantiu Vinicius Lummertz, presidente da Embratur.

7 Artistas Brasileiros que fazem Sucesso em Hollywood

“Queremos mostrar para a Europa que o Brasil muito mais que Carnaval ou só Rio de Janeiro e São Paulo”, disse.

Esse é um dos maiores eventos juninos que sai do Brasil para o mundo, mesmo porque reúne as seguintes tradições:

  • Caruaru (Pernambuco),
  • Campina Grande (Paraíba),
  • Aracaju (Sergipe),
  • Mossoró (Rio Grande do Norte),
  • Bahia,
  • Ceilândia (Distrito Federal) e
  • São Luis do Maranhã (Maranhão).

Essa cultura é traduzida em um cenário com peças do folclore e decorações regionais, com músicas de cantores já consagrados por aqui, como Elba Ramalho, que se apresentou em Lisboa e a banda Bicho de Pé, que animou a festa em Roma.

“As visitas estão muito acima das nossas expectativas. Esperávamos um mínimo de 5 mil pessoas em cada capital, mas todas estão acima: Lisboa foram 16 mil e em Madri foram 8 mil pessoas em apenas 2 dias de evento”, disse Oliveira.

Com o sucesso, o projeto deve se prolongar por mais capitais estrangeiras. “Oficialmente, Londres é a última etapa, mas já surgiram convites para levarmos o ‘Brasil Junino’ para outros lugares, como a Alemanha”, disse Oliveira.

Reprodução: Google

Sobre o Projeto Brasil Junino

O projeto é impulsionado pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) e contou com artistas brasileiros como Elba Ramalho, Lucy Alves e Pé de Cerrado. As danças são todas caracterizadas, como quadrilhas, xote, xaxado e balão, que serão apresentadas pelos grupos nacionais.

Para Vinicius Lummertz, que é presidente da Embratur, a promoção internacional das festividades juninas é uma alternativa no combate à sazonalidade turística.

“As festas juninas ocorrem no período de chuvas no nordeste, o que acarreta em baixo fluxo de estrangeiros nessa época. Queremos, com essa estratégia, assegurar uma procura ao longo de todo ano”.

Com informações da ANSA

Comente!

comentário