Por onde será que anda o “Cabeção”, da novela “Malhação” da Rede Globo?

“Decidi sair de ‘Malhação’ no final de 2005 para ir fazer a peça ‘Jovem Estudante Procura’ e também porque João Brandão e outros autores saíram. Ele escrevia as cenas mais engraçadas do ‘Cabeção’, já estava acostumado. As cenas poderiam não ficar tão engraçadas”, comenta Sergio Hondjakoff, o eterno “Cabeção” de Malhação, em entrevista à UOL.

Por ter sido reconhecido apenas como o Cabeção, Sergio também quis deixar a novela já que não gostava de ser ator de apenas um personagem. “Na época eu achava ruim, em 2006 eu queria tentar mudar, ir para outra vertente, tentar ficar mais galã, só que eu nunca fiz um personagem com tanto humor”, lamenta.

Após “Malhação”, o ator fez duas novelas: “Pé na Jaca”, também da Rede Globo e “Bela, a Feia”, na Rede Record; e duas séries: “Toma Lá Dá Cá” e “Casos e Acasos”, ambas da Rede Globo. Ele também participou do Vídeo Show e do Pânico na Band, porém nunca conseguiu o mesmo sucesso, como em Malhação.

7 Novelas Bíblicas da Record que fizeram sucesso!

Nesse meio tempo, Sergio também se arriscou como funkeiro ao lançar a música “A Paulistinha” junto com o funkeiro Dino Boyer.

Leia também!  Turma da Mônica e Maurício de Souza serão destaques no Carnaval 2017

Sem conseguir voltar ao sucesso, Hondjakoff confessa que alguns deslizes podem ter prejudicado sua reputação, como alguns vídeos que foram vazados na internet. “Certeza que prejudicou minha carreira de ator porque ninguém quer trabalhar com um cara que cometa coisas negativas dele”, disse.

Atualmente, Sérgio está no elenco de um curta-metragem e planeja retornar aos palcos. “Sinto saudade de fazer teatro. Tenho sonho de fazer uma peça infantil em breve. Muita gente que via ‘Malhação’ na minha época hoje tem filho pequeno”, ele diz.

Reprodução: Google

Sobre Malhação

A novela da Rede Globo, que é renovada anualmente, também foi ponto de partida para o sucesso de outros atores, como Fernanda Vasconcellos e Thiago Rodrigues, que são do ano anterior, 2005. José Loreto é outro, inclusive, ele interpretou dois personagens na novela: Marcão e o seu sósia Paulão.

No mesmo ano, 2005, a música “Te Levar”, de Charlie Brown Jr. embalou a abertura do início ao fim da temporada. Em 2006, mais uma vez em homenagem ao músico, outra canção foi tocada, dessa vez, “Lutar pelo que é Meu”.

Leia também!  Estudo revela quais as profissões com mais psicopatas

Com informações da UOL