Novos óculos de realidade virtual do Google são anunciados

Reprodução: Google

No final do ano passado, o Google lançou o Daydream View, seu primeiro óculos de realidade virtual (VR), que tinha visor desenhado para funcionar em conjunto com o Daydream, uma plataforma de VR do Google e custava 80 dólares.

Vale lembrar que o primeiro óculos lançado pelo Google foi muito criticado pelos usuários já que servia apenas como um “aparato para o celular”, já que tinha a tecnologia totalmente acoplada à ele.

Agora, em recente notícia, a empresa de tecnologia anunciou alguns feitos no seu mais novo modelo de óculos, também da linha Daydream. Uma dessas melhorias é que agora ele vai funcionar sem a necessidade de estar acoplado à um smartphone.

Os novos óculos serão independentes, conforme o projeto, que é feito em parceria com as fabricantes de tecnologia de hardware, HTC e Lenovo. São elas quem vão produzir os produtos.

O novo sistema vai usar uma série de sensores próprios, ao invés de câmeras externas para ter a certeza de que a visão no mundo virtual bate com a que tem no mundo real.

Reprodução: Google

“A sensação é a de que você realmente estará lá”, disse o presidente da companhia, Clay Bavor.

Desde sua criação, o Daydream foi feito para ser muito leve e confortável.

Os novos modelos, conforme o executivo da companhia, Clay Bavor, devem chegar ao mercado no final do ano. E devem receber o nome de Vive Standalone.

Veja outras novidades do Google

O executivo também falou de novas iniciativas voltadas à realidade aumentada, como a Visual Positioning System, uma espécie de navegação do Google Maps, que funcionará em lugares fechados.

Outra novidade é o Google Lens, que faz com que a câmera do smartphone fique mais inteligente, reconhecendo objetos do mundo real. Em um exemplo simples, o executivo falar que a câmera poderá reconhecer uma flor e disse qual sua espécie quando a câmera do celular for apontada para ela.

Deu Ruim: iPhone 8 não vai ser lançado em 2017. Descubra o motivo!

O Lens também reconhecerá o código de barras de uma rede de internet wi-fi e a senha, podendo conectar o usuário à essa rede.

Já o Google Assistant em português parece agradar ainda mais o público brasileiro, já que a novidade é considerada relevante. Isso quer dizer que os comandos de voz acionados terão uma série de opções para as ações do smartphone.

Com informações da Istoé e idgnow

Comente!

comentário