A maior torcida do Brasil não é do Corinthians… Nem do Flamengo. Descubra!

Qual o seu time do coração? Essa simples pergunta já foi muito mais fervorosa. Em tempos antigos, a pergunta poderia causa discórdia e até mesmo ódio entre dois amigos. Porém, hoje os rótulos não são mais tão exigentes e, mesmo que o país ainda seja conhecido pelo amor ao futebol, as respostas não são mais tão fiéis.

Não torço para nenhum”, inclusive, pode ser algumas das respostas.

Isso é o que informou uma pesquisa do Datafolha, que revelou que, em São Paulo, 24% dos entrevistados disseram não ter time preferido. Em 2004, esse número já era considerado alto, sendo de mais de 21%. Já conforme o Instituto Paraná Pesquisas, o Corinthians tem a maior torcida no sudeste, porém, o Flamengo leva vantagem em outras 3 regiões: nordeste, norte e centro-oeste.

Luiz Fernando Gomes é colunista do Lance, um jornal específico sobre esportes, e, na opinião dele “É óbvio que há algo de errado no país do futebol. Nossas crianças têm medo de sair à rua com a camisa do seu time – usam as do Barça [Barcelona] e do Real [Madrid]. Toda semana brigas ocupam noticiário, já que não se forma mais ídolos como antigamente. Tudo contribui para esse número triste”, ele diz.

Reprodução: Google

Outra pesquisa recente, dessa vez do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) que mostrou que os torcedores gastam com sua paixão mais do que podem, financeiramente falando. A pesquisa indicou também outros pontos, tais como as maiores torcidas no país: Flamengo, Corinthians, São Paulo, Vasco e Palmeiras, nessa ordem!.

Toda essa movimentação, vale salientar, é causada, entre tantos motivos, pela falta de segurança e confiabilidade que os órgãos tem mostrado. Tal exemplo pode ser citado pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol), que é responsável pela Seleção Brasileira e que, periodicamente, está na parte policial dos jornais.

Outro detalhe, conforme especialistas em esporte, é o fato de que os o mercado financeiro tornou-se ainda mais valioso, sem dar duplo sentido, do que a própria emoção da competição. A compra de jogos ou o acordo com juízes, por exemplo, são fatores que influencia o resultado final de uma partida e essa falta de credibilidade tem influenciado à não fidelização das pessoas pelos seus clubes. Isso sem contar ainda com a popularização de outros esportes.

Leia Também4 Jogadores de Futebol que foram destaques das Escolas de Samba do Carnaval Brasileiro

Com informações do Yahoo

Leia também!  Número de brasileiros que têm hábitos culturais aumenta em 10 anos, aponta pesquisa