2 Sucos Detox que usam Frutas típicas do Verão: Coco e Melancia

Reprodução: Google

Com o calor excessivo cresce a necessidade de ingestão de alimentos ricos em água. E, em se tratando de verão, como é de costume da cultura brasileira, falamos também em sucos Detox, usados principalmente como bebidas antioxidantes, para a regulagem do intestino e perca de peso.

Fizemos uma pesquisa, então, para unir o útil ao agradável: os Sucos Detox feitos com as Frutas do Verão. Anotem aí!

1 – Suco Detox de Melancia com Gengibre

Aliás, os ingredientes são Melancia, Gengibre e Linhaça. A melancia, como já vimos no artigo anterior, é composta quase que completamente por água, o que o torna um produto ótimo para hidratar o corpo e limpar o organismo. O Gengibre serve para a redução de peso, já que é considerado como um alimento termogênico, que acelera o metabolismo e aumenta a queima de calorias. E a linhaça ajuda a reduzir o colesterol, melhora a pressão arterial e regula o intestino.

Para preparar é muito fácil: 3 fatias de melancia sem caroço, 1 colher de chá de linha triturada e 1 colher de chá de gengibre ralado. Bata tudo no liquidificador, adicione gelo e sirva-se.

Reprodução: Google

2 – Suco Detox com água de coco

Além de dar sabor especial á bebida, a água de coco é considerada um isotônico natural, já que é rica em sais minerais, sódio e potássio. E a receita também é simples, você vai precisar de: 2 folhas de couve, 1 colher de sopa de suco de gengibre, 2 colheres de sopa de suco de limão, 3 gotas de pimenta Tabasco e 300 ml de água de coco. Junte todos os ingredientes no liquidificador, bata e adoce conforme o seu gosto.

Esses Detox ganham sabor especial também nesse período pré e pós-carnaval. Isso porque além de fazer um bem danado à saúde, também são nutritivos e podem ajudar a manter o corpo em dia durante a festa. Isso sem contar que eles são rápidos e fáceis de fazer, além de que, como dissemos, usam alimentos do verão, que são encontrados em qualquer quitanda, varejão ou supermercado.

Com informações da especialista Lucilia Diniz

Comente!

comentário